quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Emily Dickinson

Emily Dickinson nasceu em 10 de dezembro de 1830 e faleceu em 15 de maio de 1886. De acordo com o site wikipedia, "Emily Dickinson, em toda sua vida, não publicou mais do que dez poemas, algumas vezes anonimamente, e teve sua numerosa obra reconhecida só após a morte. Sua vida discreta e misteriosa desafia até hoje os estudiosos de sua obra. Sua poesia possui uma liberdade sintática única, é densa e paradoxal como sua vida. Em sua enigmática literatura, criou um idioma poético próprio, desprezando as fórmulas ou a regularidade convencional" (Wikipedia, 2009).

Conheci os poemas de Dickinson ainda na Faculdade de Letras - UFMG, na disciplina de Literatura Norte-Americana do século XIX com a professora Gláucia R. Gonçalves. Apesar de ter sido uma curta convivência com os poemas de Dickinson pude me apaixonar por ela!


Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre a obra de Dickinson, Augusto de Campos publicou um livro: DICKINSON, Emily (2008), Não Sou Ninguém, Campinas: Editora da Unicamp. Tradução, introdução e bibliografia: Augusto de Campos


A Rosagela Rigo publicou um artigo: Reflexão do poema "Eu Não sou Ninguém! Quem és tu?" interessante também!

A minha sugestão vai em inglês: Collected Poems of Emily Dickinson - Editora Gramercy Books. O livro em capa dura e uma capa protetora, traz uma introdução de George Gesner e ilustrações. Eu comprei este livro quando visitava a livraria SBS especializada em livros para ensino de idiomas aqui em Belo Horizonte, por R$ 16,20. A livraria SBS possui diversas lojas pelo Brazil, Argentina e Peru, e também faz vendas pelo site.




Detalhes das capas






Detalhe de uma das ilustrações



Fac-simile de Renunciation, impresso no primeiro volume de seus poemas.

***
Alguns sites com traduções:

Obras
Poems by Emily Dickinson - Organização de Mabel Loomis Todd & T. W. Higginson. Boston: Robert Brothers, 1890.
The poems of Emily Dickinson, 3 volumes. Organização de Thomas H. Johnson. Cambridge: The Belknap Press, Harvard University Press, 1955.
The letters of Emily Dickinson, 3 volumes. Organização de Thomas H. Johnson & Theodora Ward. Cambridge: The Belknap Press, Harvard University, 1958.
The complete poems of Emily Dickinson. Organização de Thomas H. Johnson. Boston e Toronto: Little, Brown and Company, 1960.
The manuscript books of Emily Dickinson, 2 volumes. Organização de R. W. Franklin. Cambridge e Londres: The Belknap Press, Harvard University Press, 1981.
The masters letters of Emily Dickinson. Organização de R. W. Franklin. Amherst: Amherst College Press, 1986.
The poems of Emily Dickinson. Organização de R. W. Franklin. Cambridge e Londres: The Belknap Press, Harvard University Press, 1999.

13 comentários:

Stephen Fry disse...

Adriana, só de R$16,20?! Um livro tão bonito e tão bem editado é difícil achar por esse preço! O único livro que tenho da Emily Dickinson é uma edição "genérica" da L&PM.

Adriana Zardini disse...

O legal é que o preço é bem acessível e a livraria entrega em todo país!! Haja dinheiro para suportar o vício, não é mesmo?

Stephen Fry disse...

Existe uma SBS aqui perto de casa. Vou ver se eles tem esse livro.

Adriana Zardini disse...

Elaine, eles devem ter porque o livro está na revista Book Club deste trimestre. Se não houver na loja mais próxima de você, com certeza terão na matriz em SP.

Livros e Outras Coisas disse...

Esta é a minha poeta/poetisa preferida. :)

Adriana Zardini disse...

Amigo(a) portuguesa! Ainda não sei o seu nome!!
Muito bom termos os mesmos gostos, não é mesmo?

Adriana

Livros e Outras Coisas disse...

Chama-me Maria Luís, Adriana. :) A literatura desta época é tão rica, que dificilmente não nos "prende", não é verdade.
São bons gostos, permita-me dizer. :)

Adriana Zardini disse...

Maria Luís, obrigada pela visita e seja bem vinda!!

Janna disse...

Bom dia...tem vários selinhos pra vc no meu Blog....BjOs

Adriana Zardini disse...

Obrigada Jana!!

Mima disse...

sou tao fan da emily... ^^ tenho um livro dela, tow sempre relendo

Adriana Zardini disse...

Vc está sumida hein?

Lee Ayan disse...

Recomendo o "Nunca lhe apareci de branco" Da Judith Farr, é muito bom, uma coletânea de cartas da Emily e amigos.
Espero que gostem!
Adorei seu blog.